Como aumentar sua renda com “bicos”

PUBLICIDADE

Nem sempre a renda oficial que as pessoas têm é o suficiente para todas as despesas e para o lazer. Com isso em mente, realizar os chamados “bicos” é uma saída muito boa para quem gostaria de um dinheiro a mais e existem vários deles.

Aliás, há alguns bicos que são feitos apenas na Internet, enquanto outros são mais indicados para quem tem habilidades manuais, como os artesãos.

PUBLICIDADE

Opções de bicos

Os bicos dependem um pouco da criatividade de cada pessoa, dos seus materiais e das suas habilidades. Todavia, há alguns que são mais comuns que os outros:

PUBLICIDADE

 

  • Aulas particulares: não é necessário ter uma formação acadêmica para ser docente particular, sendo bastante apresentar conhecimento satisfatório em alguma coisa. Esse é um dos bicos que se pode fazer pela Internet, via webcam, ou pessoalmente, caso haja tempo;

 

  • Venda de produtos: a revenda de roupas e de itens cosméticos se tornou um bico rentável há bastante tempo e a maioria das marcas passou a valorizar as suas revendedoras. A razão é que, enquanto é um bico para essas pessoas, é uma maneira de a marca conseguir mais consumidores;

 

 

  • Consertando coisas: quem sabe como consertar computadores, eletrodomésticos e outras coisas também pode apostar nisso, já que as assistências técnicas costumam demorar um pouco para realizar o reparo e cobrar mais.

Como aumentar a renda com os bicos

Definir que tipo de bico será feito é somente o estágio inicial: depois dele, a pessoa tem de pensar em como criar a sua clientela. Ir até o público é muito importante e isso pode ser feito por anúncios nas redes sociais, comunicando a conhecidos que se está fazendo determinado trabalho, etc.

Além das pessoas que fazem os bicos em suas próprias casas ou atendendo sozinhas, dá para procurar empresas que aceitem freelancer. No caso dos professores particulares, por exemplo, há várias escolas de reforço que “chamam” os profissionais apenas para aulas quando há demanda. Para estabelecimentos assim, deixa-se o currículo normalmente, como se faz em candidaturas comuns.

PUBLICIDADE

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *