Como usar o LinkedIn para encontrar emprego

O LinkedIn ganhou espaço no Brasil há alguns anos como uma rede social alternativa: em vez de os seus usuários postarem sobre a sua vida com os amigos, família, etc., o alvo eram as postagens relacionadas à sua vida profissional. Além disso, reportagens que auxiliassem na melhora ou na busca por trabalho também eram bem-vindas.

Hoje, ele se tornou um dos veículos fundamentais para quem está procurando uma vaga, não importa em qual setor seja. Milhares de recrutadores nacionais e internacionais estão nesse site e, com isso, cabe compreender como usar o LinkedIn, de forma efetiva, para encontrar emprego.

Primeiro passo: criando uma conta no LinkedIn

Os seus usuários novos precisam fazer um perfil para si acessando https://br.linkedin.com/. Preenchendo rapidamente as informações pedidas, bastará clicar em “Cadastre-se agora” para que uma página que pede informações mais detalhadas apareça. É de graça e dá para escrever o nome da empresa de interesse na área de busca e acompanhar se ela está com vagas abertas.

Como aproveitar o LinkedIn para conquistar um emprego

Depois de passar a ter um perfil no LinkedIn, o trabalhador precisa se atentar para o seguinte:

 

  • Apostar em uma foto que destaque o lado profissional. Pode ser um registro exercendo a profissão ou apenas uma foto básica, evitando-se as camisetas regatas e os decotes;
  • Ir até perfis de empresas de interesse e clicar em “Seguir”. Dessa forma, a linha do tempo incluirá novidades sobre aquela empresa, em especial seus processos seletivos;
  • Deixar as informações sempre atualizadas e evitar espaços em branco;
  • Interagir com pessoas que trabalhem no segmento ou na empresa que esse usuário almeja. Isso é chamado de networking: criando contatos profissionais com outras pessoas, existe sempre a chance de ter informações sobre novas vagas e de ser indicado.

O que evitar no LinkedIn

 

  • Incluir postagens que se refiram a outros campos que não o profissional;
  • Colocar postagens em excesso, principalmente se forem as motivacionais em vez de notícias concretas;
  • Deixar o perfil inativo por muito tempo.


Deixe um Comentário: