Piores erros que não se deve cometer no currículo

PUBLICIDADE

É por meio do currículoque os profissionais recebem a oportunidade de serem entrevistados pela empresa e, dessa maneira, é claro que as informações colocadas nele devem ser caprichadas.

Na verdade, o documento inteiro deve ser feito com cuidado e existem erros sérios que podem fazer com que o recrutador descarte o currículo imediatamente.

PUBLICIDADE

Quais são os piores erros na parte de informação?

Quem redige um currículo precisa “convencer” o recrutador de que é adequado para aquela função. Dessa forma, todas as informações colocadas devem girar em torno desse cargo: cursos complementares, experiência profissional, formação acadêmica, etc. Abaixo, alguns dos principais erros:

PUBLICIDADE

  • Experiências dispensáveis: pessoas que tiveram profissões bem diferentes ao longo da carreira devem selecionar somente as que se encaixam na vaga que estão pleiteando agora. Se o candidato está interessado na função de motorista, não é necessário mencionar que já foi porteiro: é melhor que coloque as outras oportunidades nas quais já foi motorista.
  • Não utilizar ordem cronológica: as informações também precisam estar em ordem cronológica para que o recrutador as entenda melhor. Primeiro, coloca-se a formação acadêmica e a experiência profissional mais recente, indo às mais antigas.
  • A respeito da formação acadêmica, é extremamente ruim não especificar o status de cada uma. Colocar apenas “curso técnico em Administração – SENAI” faz com que o recrutador acredite que o candidato terminou o curso. Se não for o caso, deve-se escrever “incompleto”.

Quais são os piores erros na parte de organização?

  • O primeiro erro que afasta os recrutadores é não colocar as informações na ordem adequada:
  • Nome completo;
  • Dados de contato;
  • Objetivo;
  • Formação acadêmica;
  • Experiência profissional;
  • Cursos complementares (se houver);

Informações adicionais (como disponibilidade para viajar, possíveis prêmios, disponibilidade de horário, etc).

  • O currículo não deve ter foto, a não ser que o processo seletivo indique isso claramente;
  • O candidato também não deve utilizar formatação colorida: o preto e branco é o ideal para esse tipo de documento, apostando apenas no negrito para fazer pequenos destaques.

PUBLICIDADE

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *